Seguidores

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Enquanto a Chuva Cai...



E esta chuva que não pára... (Graças a Deus!)
Que ótimo que ainda continue chovendo!
O calor do meu corpo está lhe aquecendo?
Se aninhe confortavelmente nos braços meus!

Está sentindo muito frio, meu bem?
Eu estou sentindo o seu coração acelerado!
Será que ele também se encontra apaixonado
Ou é apenas o medo do temporal que vem?

A flor que eu lhe trouxe para adorno do cabelo
Onde a deixou, meu amor? Eu não a vejo!
Se eu estudar as belas-artes seri-me-a o modelo!

Sonhei com você uma vez, assim, despenteada
Acordei sôfrego e ardendo de tanto desejo...
Acha que foi uma premonição, minha amada?

José Anchieta

2 comentários:

  1. Gosto da ternura em suas palavras.
    Gosto dos seus versos.
    Parece que doa-se quando escreve.
    Sinto isso,sinto!

    ResponderExcluir
  2. Que coisa mais linda. Quero um amor carinhosinho assim...
    Parabéns amigo. Você consegue mostrar ternura na relação. Isso é muito importante.
    Abraços carinhosos...espero um dia te encontrar na chuva.
    (risos)

    ResponderExcluir

Link-me