Seguidores

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Pantomima


Os teus olhos marejados...
Pequeninos astros cintilantes!
Duas esmeraldas brilhantes!
Dois colibris alvissarados!

A tua voz embargada...
Mas as palavras fluíam docemente
D'alguma lágrima cadente,
Triste, acanhada.

-"Para curar a dor de um amor antigo
Um novo amor é o melhor remédio".
(Mesmo que seja o melhor amigo?)

Beijo-te e não escuto mais nada
Nem mesmo a musicalidade do tédio
Nem mesmo uma nota cifrada.

José Anchieta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link-me