Seguidores

sábado, 24 de julho de 2010

Doce Aspiração


Quisera ter a minha morada no teu olhar
E viver sossegadamente em teu coração.
Ou quem sabe morrer em teus braços.
Quisera saciar-me dos teus beijos.
Não desfalecer por falta do teu amor
E adormecido no teu colo, sonhar.
Quisera poder sentir
O toque suave de tua pele aveludada.
Sorver o teu inebriante perfume
E embriagar-me de afã.
Quisera beijar-te do alto
Da torre parisiense (eu posso)
Ou quem sabe ouvir a voz do arauto
Anunciando o enlace nosso.

O Amante da Flor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link-me