Seguidores

sexta-feira, 11 de março de 2011

É fácil ser crente...

Por: Francisco Jr.

Quando só precisamos imitar os mediocres e caminhar na mesma direção.

Quando não precisamos atender qualquer exigência de vida disciplinada, só precisamos estar atualizados com as últimas novidades do varejão gospel.

Quando vamos à igreja procurando entretenimento, e é isso mesmo que encontramos.

Quando o parametro de vida piedosa são as pessoas rasas da comunidade, ou pior ainda, o avivalista "itinerrante" metido a profundo e sua fabriquinha de ilusões. Gente que insiste em reduzir Deus a uma equação matemática e a "tão grande salvação" a um sistema de gratificação e castigo.

Quando o "fogo" do Espírito (será?!) é mais importante do que o fruto do Espírito (Gl.5.22)

Quando o culto serve para aliviar as tensões e justificar o "vale-tudo nosso de cada dia", ou seja, apenas um momento de catarse em que Deus não passa de um coadjuvante de luxo e nunca o centro da reunião.

Quando ser fiel, é mesquinhamente ser dizimista e ofertante. Esse tipo de dízimo, é apenas o "pedágio da alienação", uma espécie de indulgência, pois se sou fiel apenas dizimando não importa o resto.

Quando a Ceia não tem relevância, a não ser como climáx do fetiche hipocondriaco generalizado, porque hoje se você entrar em algumas igrejas com saúde, logo arrumarão uma doença pra você, pois o culto (será?!) tem que ter cura! É a ressurreição da velha máxima de repartição pública:

"Criar dificuldade para vender facilidade"

Quando a ordem é cantar sem pensar no conteúdo do que se canta, e de preferencia os hits triunfalistas do momento. Isso inclui as músicas longas de uma frase só, os mantras evangélicos,música "pra sentir", As aberrações teológicas do tipo que convidam Jesus para entrar em casa depois de anos na igreja, ou as vitórias revanchistas com sabor mel, ou ainda as chuvas intermináveis que não causam inundações. Enfim, como diria Stanislaw Ponte Preta, todo o repertório do FEBEAPA (Festival de Besteira que Assola o País)

É fácil ser crente no evangelho da "graça barata", pois como disse Bonheffer:


Que o Senhor nos livre desse evangelho de conveniências e facilidades, pois é "outro evangelho."


Autor: Francisco Jr.
"Graça barata é a pregação do perdão sem arrependimento, é o batismo sem a disciplina comunitária, é a Ceia do Senhor sem confissão de pecados, é a absolvição sem confissão pessoal. a graça barata é a graça sem discipulado, sem cruz, graça sem Jesus vivo, encarnado. A graça preciosa é o tesouro oculto no campo, por amor do qual o ser humano sai e vende com alegria tudo quanto tem; a pérola preciosa, para cuja aquisição o comerciante se desfaz de todos os seus bens; o senhorio régio de Cristo, por amor do qual o ser humano arranca o olho que o faz tropeçar; o chamado de Jesus Cristo, pelo qual o díscipulo larga as redes e o segue." (Bonhoeffer. Discipulado, Ed Sinodal,2004, p.10)

4 comentários:

  1. Conhece a Ikebana? Tem um selinho dele para você...tem seu nome, e tem sem nome também, se gostar, fique a vontade para recolher-los.
    Boa tarde.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Passando para deixar-te um abraço e refletindo sobre sua postagem...

    ResponderExcluir
  3. Sumido!
    Saudades dos seus poemas.
    Abraço grande
    =*

    ResponderExcluir
  4. Cadê você? Por que sumiu? Saudades amigo.
    Uma ótima noite.
    Beijos

    ResponderExcluir

Link-me