Seguidores

sábado, 14 de agosto de 2010

Soneto de Amor Eterno


Eu te amarei por toda a vida
Pelo tempo que dure a minha existência
Com total ternura e a sapiência
Desta minha paixão enternecida.

Eu te amarei com gentil cuidado
Sem medo de mostrar os meus sentimentos.
Quero fazer vão todos os momentos
Que não estive contigo ao lado.

Quero te sentir com a imaginação
Tocar-te com o meu olhar, carinhosamente.
Quero tornar vã qualquer ocasião

Que não tive a tua companhia.
Eu te amo, amor! E te amarei eternamente
Com a alma transbordante de alegria.

José Anchieta

Um comentário:

Link-me