Seguidores

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Martírio


Sofrestes, pagando pecados.
Inocente, não o cometestes.
Pregaram-te no frio madeiro
Tuas mãos que a muitos curou
Furadas foram a prego
Tua boca de doces palavras
Recebeu duro castigo
Açoites em meu Senhor
Vinagre para tua sede
Uma coroa (que ironia)
Teu reino não é daqui
Morrestes, mas voltaste à vida
Agora sou chamado de filho.

Alberto Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link-me