Seguidores

sábado, 7 de agosto de 2010

Ensaio Sobre o Amor


"O amor é uma flor roxa
Que nasce no coração do trouxa."

O amor é um tiro certeiro
Que mata a solidão.
O amor é forte clarão
Fascinante e cegueiro.

O amor é flor no precipício
Esperando ser colhida.
O amor é o sentido da vida.
Do amante - o eterno vicio.

O amor é mar revolto
Quando não correspondido.
Como cão feroz, solto.

Mas quando é recíproco
Torna-se manso e amigo
E o ser-amado é o foco.

José Anchieta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link-me