Seguidores

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Canção Mínima

Tumblr_lg1v5559l81qfwuo3o1_500_large
No mistério do sem-fim
equilibra-se um planeta.

E, no planeta, um jardim,
e, no jardim, um canteiro;
no canteiro uma violeta,
e, sobre ela, o dia inteiro,

entre o planeta e o sem-fim,
a asa de uma borboleta
 
Cecília Meireles
 

Um comentário:

  1. Que bom que gostastes do poema de Cecília tb! Obrigada pelo carinho da postagem.

    Seguindo-te!

    ResponderExcluir

Link-me