Seguidores

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Nas Quatro Estações...

Jamais deixarei de cantar-te
Tu que habitas o meu coração!
Eu, não quero o teu perdão
Por tão loucamente amar-te?

Se algum dia tu beijar-me
Como o colibri á flor;
Suo frio, sofro pudor!
E sorrio cheio de charme!

Ter o teu carinho quem dera!
Aquecer-te no longo inverno
Ser-me tu, flor na primavera!

O meu morango no outono!
No verão: brisa e vento eterno!
Pertencer-te e ser teu dono!

José Anchieta

3 comentários:

  1. Olá!

    Ótima Postagem e Parabéns pelo Blog!

    Gostaria de convida-lo para conhecer o T3 - O Melhor lugar para Divulgar seus Links!

    Pois no T3 todos os Links são Folow, melhorando sua posição nas pesquisas, O T3 é feito para o publico, sendo assim, existem pessoas realmente interessadas no seu conteúdo, não apenas outros blogueiros curiosos.

    Você pode também adicionar amigos, enviar mensagens, votar nas notícias e muito mais, comece agora mesmo enviar seus Links para o T3:

    www.t3.tol3.net

    Grande Abraço, Sucesso!
    T3 - O Melhor da Internet Está Aqui!

    ResponderExcluir
  2. José ,

    Doce esta sua poesia ...



    Bjo de Bom Final de Semana.

    ResponderExcluir
  3. Que gostosa essa forma que escreveu e descreveu "Nas Quatro Estações".
    Passa uma emoção boa,suave...que nem o verão foi sufocante, pois a brisa que descreve , suaviza as nossas emoções.
    Parabéns, muito lindo.
    Apaixonei...
    Abraços.

    ResponderExcluir

Link-me