Seguidores

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Sansão e Dalila


Seus pais o consagraram a Deus
E lhe deram a graça de Sansão
Lutou bravamente com um leão
Tirou cem prepúcios dos filisteus

O segredo de sua prodigiosa façanha
Era o voto de fidelidade e obediência
Mas agiu com enorme imprudência
Quando se enamorou de uma estranha

A alma e o coração lhe entregou!
Chamava-se Dalila e era prostituta
Que ardilosamente lhe rogou:

- Em que consiste a tua força? Não me amas com zelos?
E foram vários dias nesta repetitiva disputa...
Até que lhe respondeu: - Se cortares os meus cabelos...

José Anchieta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link-me