Seguidores

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Ao Meu Grande e Eterno Amor


Meu bem, a minha alma deseja
Viver eternamente junto à tua.
Assim como um coiote uiva pra lua
A minha alma canta-te e festeja.

Eu morrerei contente em teu seio
Quando chegar a triste hora.
O medo da morte não me apavora
Perder-te é o meu maior receio.

Não me imagino sem o teu amor
Não sei mais viver longe de ti.
Que estejas comigo aonde eu for

Porque estarei sempre junto a ti
Como o poeta e o verso de dor
Feito a pétala e o colibri.

José Anchieta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link-me